This is a Brazilian website, not yet fully translated to English. Thank you for your patience.

A gaita de boca, gaita de sopro, harmônica ou realejo é instrumento de sopro que produz som a partir da vibração de palhetas metálicas internas, estimulados pelo fluxo de ar do tocador. É um instrumento de tamanho pequeno (apesar de terem modelos de diferentes tamanhos), geralmente feito em metal e madeira, com uma certa quantidade de orifícios(buracos) onde o ar é manipulado.

Uma característica importante da gaita em relação aos outros instrumento de sopro: a gaita produz som tanto pela ação de soprar o ar quanto de aspirar, ou seja, puxar o ar. Cada orifício da gaita produz no mínimo duas notas, uma nota quando é soprada e uma nota diferente quando é aspirada. Por exemplo, se você assoprar o orifício número 6 de uma gaita em Dó, vai obter um "sol", se aspirar vai produzir uma nota "lá".


Tipos de Gaita


Diatônica

A menor das gaitas e a mais utilizada, principalmente no blues e no country. Costuma ter 10 ou 12 furos e 3 oitavas. É a mais indicada para iniciantes.

Orifício 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
Soprado do mi sol DO MI SOL DO MI SOL DO
Aspirado re sol si RE FA LA SI RE FA LA

Cromâtica

É a forma evoluída da diatônica, é maior e mais robusta. Mas sua principal diferença é uma chave ou registro na ponta do instrumento. Quando a chave está desativada a gaita toca as notas naturais, quando está ativada toca os acidentes (sustenidos ou bemóis). Só para ilustrar: quando você toca a gaita cromática sem a chave, é como se estivesse tocando apenas as teclas brancas do piano. Com a chave pressionada, somente as teclas pretas.


Bends

O Bend ou Bending é uma técnica avançada de tocar a gaita diatônica. Consiste em fazer um movimento especial na garganta com intuito de produzir notas diferentes, geralmente acidentes fora da escala da afinação do instrumento ( sustenidos ou bemóis). Basicamente o Bend pode descer meio-tom, um tom e até um tom e meio da nota original.

O movimento consiste em retrair a garganta durante aspiração, tentando pronunciar a letra "U" para dentro.


Como Tocar ?

A gaita deve ser segurada com a mão esquerda, em um formato de "jacaré". A mão direita costuma ser colocada por cima da esquerda em um formato de concha, e é movimentada para criar um efeito de vibrato.

A gaita deve estar de modo que as notas mais graves estejam na esquerda e as mais agudas na direita. A grande maioria das gaitas vem com os orifícios numerados então basta segurar ela de modo q os números estejam em ordem crescente

Quanto a embocadura, inicialmente, deve ser em formato de bico sempre tentando tocar uma nota por vez, produzindo um som limpo.
Obs:À medida que você for evoluindo pode usar uma embocadura mais aberta para tocar acordes e notas mais "sujas".

Você deve soprar a gaita com o ar quente, como um bafo, pois estimula melhor as palhetas.

Comece pela oitava do meio, em gaitas diatônicas ela compreende os orifícios 4 ao 7, que são mais fáceis de tocar.


Como Ler uma Tablatura ?

A Tablatura da Gaita usa números invés de notas. Deve-se assoprar ou aspirar o orifício correspondente ao número da tablatura.

4 -4 5 6 6 5 -5 -5

Quando antes do número vem o sinal de subtração (-), deve-se aspirar (puxar o ar) o buraco de mesmo número.

-4 -5 são aspirados

Caso não tenha sinal antes do número ou tenha o sinal de adição (+) significa que você deve assoprar o buraco de mesmo número.

4 5 6 são soprados

Obs: Uma tablatura de gaita em uma afinação pode ser tocada por gaitas de qualquer outra afinação, pois as escalas estão na mesma ordem.

Caso a nota venha seguida de Aspas ( ‘ ) significa que é essa nota é obtida por Bend

-3’ => bend de meio tom
-3’’=> bend de um tom
-3’’’=> bend de um tom e meio


Autor: Antonio Marcos de Oliveira Paiva
18/06/2020

TOP Colaboradores Últimos 30 dias
TOP Colaboradores desde o Início
your last songs
Cifras Enviadas e aguardando na fila para publicação

Utilizar este website implica na aceitação direta
dos nossos termos de uso e de nossa política de privacidade. Este website utiliza cookies.

Cifra Melódica (c) 2019